SÉRGIO – II

– É como se o tempo houvesse passado rápido demais, demais, e me pego aqui, de surpresa, sem ter feito nada do qu’eu precisava fazer. É como se, de uma hora para outra, tivesse ficado tarde demais. Tarde demais para tudo.

Anúncios

ISABELA17.TXT

– Livros não são pessoas, eles não mudam de cidade, não se filiam a algum partido abjeto, não vão presos, não te abandonam, e, acima de tudo, Cláudio, eles não morrem. Eles vão estar sempre ali. Não gostou do livro? Guarde-o, largue-o, haverá o dia dele. Ele pode ficar ali, para sempre, até o dia que você resolver lê-lo no embalo. Sabe quem vai estar sempre te esperando? Esperando o dia em que você vai finalmente se encantar por ele, Cláudio? Gógol, é. O Gógol vai sempre estar lá. Sem leituras mornas, sério. Se o texto não te cativou de primeira você pode deixá-lo para depois, tranquilamente. Existem livros o suficiente, sabendo procurar haverá sempre algo para ser lido em um arroubo, haverá sempre algo para ser lido no embalo.