ISABELA11.TXT

— Estava lendo sobre uma dessas premiações outro dia. O sujeito contemplado dizia que se não fosse pelo prêmio teria parado de escrever. Parado de escrever. Acho que deveria de ter parado de escrever de qualquer jeito, com ou sem a premiação. Quem escreve atendendo demandas externas (ou a partir de estímulos externos) não está fazendo a coisa certa. A convicção do artista (a vaidade, a vontade) tem de ser monolítica, incansável, e, sobretudo, livre. Estou com Faulkner, só a morte há de parar o verdadeiro escritor.

Anúncios

OLIVIA1.TXT

Ou Olivia e eu realmente compartilhávamos todas aquelas referências  — o que a colocaria muito próxima do meu interlocutor ideal, aumentando meus sentimentos pela moça de uma forma absurda — ou ela havia cautelosamente engendrado uma série de pequenas farsas para me agradar, para parecer mais próxima de mim — o que implicaria quase que nos mesmíssimos resultados; diante de tamanha dedicação, tamanha atenção, tamanho interesse por parte dela.

PRÓSPERO3.TXT

Próspero lia mais ou menos as coisas que eu lia, mas escutava coisas diferentes. Coisas ligeiramente diferentes, na verdade, de forma de que eu podia ouvi-las todas automaticamente, achando boas já, sem alterar em quase nada meu gosto (coisa que não estava disposto a fazer, tomando então meu gosto por grande coisa). Esses dois pontos, e a tendência a matar aulas, facilitavam a amizade. Ah, isso e ônibus. Raramente nos mesmos horários na ida, mas eu e Próspero pegávamos o mesmo ônibus.

PRÓSPERO2.TXT

No lugar onde havia estudado antes era relativamente normal levantar durante a aula e sair, talvez com suas coisas, sem falar absolutamente nada. No muito, o professor te dava um tchau. Muito tranquilo. Mas no meu primeiro período de faculdade pouca gente fazia isso. Desses poucos, muitos faziam mal. Est modus in rebus, né? Deve-se sair de sala suavemente. Não para não tomar esporro, mas para ser macio, gentil mesmo. Sentar no fundo, perto da porta, era (é?) essencial. Era onde eu sentava. Quem às vezes roubava meu lugar era Próspero.