ISABELA 27

— Ou, simplesmente não engulo essa conversa de que a literatura não serve mesmo para nada. Tá doido?, ela serve, no mínimo, para ser lida. Acho que a literatura é como o rap quando o Sabotage fala que ó rap é que nem bombril. Sabotage, inclusive, que foi um dos melhores versemakers (na concepção poundiana) das últimas décadas, serião, tanto em termos de rima como de cadência.

Anúncios