[…]

§

Acordar  é difícil demais. É ao acordar que subitamente tomamos consciência de que dormíamos (excluindo os casos de sonho lúcido), ainda enebriados pelo prazer — restaurador, libertador — do sono. E o prazer está ali muito próximo: basta não se movimentar muito mais e não pensar muito mais, apenas fechar os olhos, voltar, dormir. Acordar, além de demandar energia, é trocar esse gozo certo pela duvidosa pluralidade da vigília.

§

— Quem é você?

Lúcia pensou em teatralmente bradar, enojada por aquilo tudo, que julgava ser uma tentativa mal sucedida de dar sentido à realidade:

— Eu sou o Caos Primordial, do qual nada nunca escapou.

Mas esse chiste, como em muito menos de um segundo ela percebeu, era impróprio. Ela estava ali por um só motivo, que definia tudo:

— Eu sou a mãe.

E para que os seus interlocutores tivessem a mãe pela A Mãe, ela completou:

— E eu tenho a arma — erguendo a arma do Piloto com  a mão esquerda e logo em seguida atirando à frente, o tambor sabiamente antes descarregado — e a arma não vale nada.

§

tartamudo

barbalhoste

§

Aprendamos a fazer como supostamente faziam os antigos cavaleiros templários que, para se safarem da morte quando capturados pelos mouros, convertiam-se, não de coração, mas só mesmo da boca para fora, tendo inclusive treinado antes para assim fazê-lo, cultuando mentirosamente, mas mesmo assim em segredo, Maomé (nome cuja corruptela da origem ao Bafomé dos ocultistas, uma versão quimérica do hermafrodita de Heinrich Khunrath, inventada, com a mesma liberdade com a qual foi associada ao décimo quinto arcano maior do tarô, por Éliphas Lévi, posteriormente gerando o pleonasticamente malévolo capetão que é o Bafomé dos headbangers). […]

§

Será?:

O contato com os mais novos é muito difícil, por mais que eles tenham ciência de nossa existência,  ainda não nos conhecem efetivamente, não são os que nos criaram e nos visitaram nos tempos primevos. Conseguimos concebê-los, porque, pela fantasia, ensaiamos conceber o perfeito, mas para eles, perfeitos, não fazemos nenhum sentido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s