HERCULANO1.TXT

Herculano decidiu tomar distância dos grandes nomes da literatura. Antigos, modernos, contemporâneos, tanto faz: distância. Lia agora apenas o que chamava de autores “descompromissados” e “despretensiosos”, mas mesmo assim com muita parcimônia: nunca mais de um livro ao mesmo tempo, nunca mais de vinte páginas por dia. A razão para tanto, confessou certa vez a amigos em torno de uma mesa de bar, foi algo que lhe acontecera em sonho. Nessa onírica experiência, Herculano, como aqueles que dizem ter experimentado o duvidoso fenômeno da projeção astral, podia ver a si mesmo dormindo, enquanto sua sensível inteligência incorpórea flutuava acima, próxima a teias de aranha no teto. O rapaz ficou uns instantes levemente abobalhado, contemplando a si mesmo desacordado, até que uma figura adentrou ao  quarto de dormir: um senhor de gestos lentos e andar arrastado, calvo, branco, vestindo um terno de flanela cinza ligeiramente puído. Para o crescente pânico de nosso herói, o senhor, que não era ninguém menos do que o grande escritor argentino Jorge Luís Borges, estava exclusivamente interessado na bunda de Herculano. Não nas nádegas, vejam bem, mas no reto. Enquanto o Herculano de corpo físico permanecia letargicamente inerte e o Herculano de ectoplasma, desesperado, tentava, em vão, interagir com a matéria, cuidou o mestre do fantástico de, gentilmente, com a ponta do dedo indicador da mão direita (enquanto separava um pouco as nádegas com os dedos da mão esquerda), introduzir lhe na via anal o Aleph. Não a primeira letra do alfabeto fenício materializada em algum substrato qualquer, não uma cópia de seu famoso conto (ou homônimo livro de contos), mas o Aleph ele mesmo: um ponto no espaço que contém todos outros pontos, simultaneamente, sem distorção, sobreposição ou confusão. Experiência única e estranhíssima, que fez com que o Herculano acordasse empapado de suor, com os olhos cheios de branco, gritando:

– Tira isso do meu cu, Borges!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s